Crítica: "As garotas" de Emma Cline



Título: As garotas
Autor: Emma Cline

Ano: 2017
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 336
CompreTravessaCulturaAmazon

Sinopse: "No final da década de 1960, a jovem Evie Boyd vive sozinha com a mãe no norte da Califórnia. Aos quatorze anos, imersa em inúmeras questões de autoaceitação, ela se sente muito desconfortável com o próprio corpo e tem apenas uma pessoa com quem contar: Connie, sua amiga de infância. No início do verão, uma briga faz com que as duas se afastem, e Evie encontra um novo grupo: garotas que demonstram extrema liberdade, usam roupas desleixadas e emanam uma atmosfera de abandono que a deixa fascinada. A jovem logo percebe que já está sob o poder e o domínio de Suzanne, a mais velha do grupo, e acaba entrando em um culto sombrio, liderado pelo carismático Russell Hadrick. O rancho do grupo é um lugar estranho e decadente, mas, aos olhos da adolescente, parece exótico, com uma energia singular. Evie descobre que as garotas cozinham, limpam e prestam até mesmo serviços sexuais para Russell, que proclama um desejo de libertar as pessoas do sistema. Evie quer apenas ser aceita pelos outros integrantes, principalmente por Suzanne. É sua chance de se sentir amada e pertencente a algo. Conforme sua obsessão por Suzanne se intensifica, ela não percebe que se aproxima de uma violência inacreditável. Contada por Evie já adulta e ainda abalada, a narrativa é um impressionante retrato de garotas que se tornam mulheres.Denso e de ritmo surpreendente, o romance de estreia de Emma Cline é escrito com precisão e perspicácia ao construir os perfis psicológicos dos personagens. As garotas aborda mais que uma noite de violência – é sobretudo um relato do mal que causamos a nós mesmos e aos outros na ânsia por pertencimento e aceitação."



Crítica: Olá gente, como andam as coisas com vocês, por aqui a vida está bem corrida e não tenho conseguido manter meu ritmo de leitura, mas como queria participar de um projeto do Canal da Pam no Youtube e ler conjuntamente esse livro, acabei me esforçando e a leitura apesar de difícil valeu bem a pena.
     Para começar a contextualizar vocês, esse livro foi escrito baseado no caso verídico onde um grupo liderado por Charles Manson, conhecido como Família Manson, cometeu vários assassinatos no final dos anos 60 nos Estados Unidos, sendo um deles o Tate-LaBianca, no qual a atriz Sharon Tate que estava grávida foi assassinada a facadas. Mas como eu escrevi antes, o livro é baseado nesse caso, mas esse não é o foco principal.
     A personagem principal se chama Evie Boyde, que é uma garota comum de 14 anos, insegura e tímida que um dia ao passear pela praça encontra um grupo de garotas super diferentes, que apesar de andarem totalmente desleixadas, exalavam auto-confiança por onde passavam, e isso acabou chamando sua atenção. No decorrer da narrativa acontece um certa situação que aproxima as duas personagens e Evie conhece então Suzana, que vai apresentá-la a comunidade onde vive juntas com várias outras garotas e que é liderada pelo carismático e manipulador Russel. No inicio ela não percebe no que está se envolvendo, pois diferente do restante das meninas ela pode ir e vir, e ainda se relaciona com a sua mãe, 
     O livro se inicia com a Evie mais velha, morando de favor na casa de um amigo e que ao receber duas visitas inesperadas se vê obrigada a voltar ao passado e reviver essas memórias da sua adolescência. Se você está esperando um livro com mistério e cheio de reviravoltas esse não é o livro indicado para você, pois desde o início da leitura você já sabe que a história vai terminar com a chacina. E esse também não é o foco da autora, ela vai principalmente falar sobre as garotas, sobre tudo que elas passavam nesse grupo, sobre o modo como elas se sentiam, sobre abuso de poder, abuso sexual, dependência psicológica e uso de drogas.

"Suzanne e as outras garotas tinham perdido a capacidade de fazer certos julgamentos, a musculatura sem uso de seus egos ficando flácida e inútil. Já fazia tanto tempo desde que uma delas tinha vivido em um mundo onde o certo e o errado existiam em qualquer forma real."

    A autora escreve muito bem, e Evie é uma personagem que cativa, pois ela realmente passa por situações que nos fazem entender o motivo de todas as suas ações, a vida dela começa a desmoronar depois do divórcio dos pais, sua vida se desestrutura, e sua mãe após ter sido trocada por uma mulher mais nova, começa a se comportar de uma maneira muito estranha, a partir daí ela é negligenciada pelos pais e abandonada pela melhor amiga. Ela encontra então nas garotas e em Russel todo o apoio, suporte e atenção de que tanto carecia.
     Recomendo essa leitura, sabendo que o livro deve ser lido sem pressa, pois a história é cheia de sutilezas que vão se perder com uma leitura mais rápida. Esse é um livro que faz a gente repensar sobre a natureza do ser humano e sobre as coisas que fazemos quando estamos em grupo. 
     Deixo aqui mais uma recomendação para vocês e se já tiverem lido deixem aqui seu comentário para eu poder saber o que acharam da leitura.
     Beijoks....





15 comentários:

  1. Oi Ana,
    não conhecia o livro mas quero mudar isso o mais breve possível, a trama promete uma história visceral e reflexões importantes a cerca da auto aceitação e embora pessoalmente não tenha nenhum problema com o assunto tema, gostaria muito de poder descobrir a que extremos as escolhas da personagem a levará, vou dar uma procurada e ver aqui se consigo comprá-lo na minha próxima a compra.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. ola
    Primeira vez que eu leio a respeito desse livro, mas fiquei bem interessada nessa premissa. Pelo que pude compreender, deve ser uma leitura um tanto questionadora e reflexiva, como você mesma comentou. Fiquei curiosa demais quanto ao desenvolvimento., e espero poder ler em breve!
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  3. Oi, Ana!
    Nossa, fiquei arrepiada com essa história. É muito triste quando encontramos apoio em pessoas de má fé, ainda mais nos momentos mais desesperadores da vida. Eu não quero nem imaginar estar na pele de Evie. A história me interessou, mas confesso fiquei dividida em ler ou não. Por um lado, parece um livro reflexivo muito bom, por outro, o sofrimento dela me deixou angustiada apenas com sua resenha, imagine eu lendo (sou estranha, eu sei rs).
    Bjos!
    Por essas páginas

    ResponderExcluir
  4. Conheço os casos no qual esse livro é baseado, já vi documentários a respeito! Pelo fato de você ter falado que o foco narrativo é o que ocorria por trás dos bastidores de tudo me deixou interessada por ler o luvro. Não sabia que ele existia, mas vou anotr seu nome aqui. Bexitus!

    ResponderExcluir
  5. Olá...
    Desde que a intrínseca lançou esse livro eu estou louca pra ler! Gostei bastante da premissa da obra e seus comentários me fizeram desejar ainda mais a leitura... Achei bem interessante o personagem de Evie e tenho certeza que esse livro me proporcionará uma ótima leitura ;)
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi Ana
    Esse livro está em minha lista de desejados sim. Gostei de saber que ele carrega tantos elementos interessantes e uma personagem diferente. Gostei da capa, que chama atenção.
    Sua indicação reforçou minha vontade de ler.
    Dica anotada!
    Beijinhos
    Rizia Castro - Livroterapias

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    Eu não conhecia esse livro ainda, mas de cara fiquei curiosa com a premissa, principalmente por ser baseado em um caso verídico. Além disso, a protagonista parece ser cativante mesmo. Enfim, gostei da sua resenha, vou marcar a dica de leitura.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  8. Oii Ana, tudo bem? Eu vi algumas pessoas lendo esse livro, mas que não tiveram experiências tão boas. Sua resenha reacendeu minha curiosidade sobre a leitura! Ele tem tudo o que eu curto, até a pegada mais lenta, e aborda assuntos que muito me interessam. Espero conseguir ler em breve!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi.

    Ja adicionei esse livro na estante do Skoob. Fiquei de olho nele pela capa. Ainda não consegui comprá-lo mas estou querendo. Adorei sua resenha, ela me deixou ainda mais curiosa.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Ana

    Essa ewa primeira resenha que leio sobre esse livro e se não fosse por rla te confesso que ele passaria batido por conta dessa capa. Aliás, as capas da intrínseca têm deixado tanto a desejar...
    Achei o enredo bem interessante e fiquei curiosa para fazer essa leitura. Os assuntos abordados são bem relevantes e senti que posso vir a gostar dele. Não vou ler agora pq ando bem atolada, então ele vai ter que aguardar um pouquinho.

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oie Amore...

    Sendo bem sincera essa capa é meio estranha... sei lá, não me atrai em nada.
    Gostei dessa coisa de pensar a natureza do ser humano... vou deixar a dica anotada por aqui!
    Beijokas!

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    Eu não sabia da existência desse livro até chegar em sua resenha, e nossa... como eu quero lê-lo agora.
    Achei a abordagem da autora incrível, pois sempre temos livros contando como terminou, como ele começou esse culto e tals, mas a visão de uma das garotas que entrou nessa acho que nunca tinha visto falar algo do tipo, e com certeza deve ser uma leitura intensa e cheia de momentos cruéis.

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Já tinha visto esse livro em vídeos de Booktubers e fiquei bem curioso e com vontade de ler. Deve ser um daqueles livros intensos e com mensagens fascinantes.
    Adicionado à lista de desejados com sucesso.
    Adorei o blog e o post. Beijão!!

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Adorei sua resenha.
    Porém, não foi um livro que me interessou, indicaria para outro amigo.

    Beijos
    Leitora Dramática

    ResponderExcluir
  15. estou lendo agora dei uma parada, mas realmente estou achando a Evie muito insegura tanto em relação aos pais, como você disse, como em relação a vida também, esse livro é mergulhar na mente adolescente é o que eu acho até agora.

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita! Comentários construtivos são sempre bem-vindos!
Caso tenha um blog, deixe o link do mesmo junto de seu comentário para que possamos retribuir a visita! Ah, e sempre respondemos nossos leitores, clique em ''notifique-me'' caso tenha interesse em ler nossa resposta a seu comentário!

© RM Desing - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tema Base: Butlariz.
imagem-logo